Ao Entardecer

Esgotado

R$52,00

Título: Ao Entardecer

Autor:

Vicente Leal de Araújo: Ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça

Formato: 14 x 21

Número de páginas: 48

Edição: 1ª edição

Peso:

ISBN: 978-85-68068-01-4

 

Sinopse:

O livro AO ENTARDECER retrata um conjunto de escritos que podem ser classificados como crônicas vivenciais, que o autor, VICENTE LEAL DE ARAÚJO, identifica como registros de memória e avaliações circunstanciais de fatos da vida, expressivos de protestos e de gritos da alma que se encontravam “presos na garganta”. Nesses “gritos” de Vicente Leal podem ser encontrados temas os mais variados, uma mistura de ensaios e reflexões, tais como virtudes humanas, questões sociais, assuntos político-jurídicos, homenagens a figuras modelares que já se foram, com destaque para alguns ensaios sobre dignidade humana, defesa dos excluídos, desigualdade social, felicidade, ética, solidariedade, perdão, meio ambiente, inclusão cultural e outros tópicos que merecem reflexão. É um manual próprio para leitura em tardes de verão, pois como explica o autor, foi escrito no entardecer da vida, quando o coração humano abre espaço para a melancolia do tempo passado e visualiza a incerteza do porvir. É livro para jovens e velhos e nas suas páginas se denotam a presença do amor a Deus e às criaturas.

 

Sumário:

A força da memória

A força da perseverança

A linguagem dos pássaros Advento, conciliação e justiça

Ano novo de esperanças

Banalização da violência

Navegar é preciso

Resgatando o patriotismo

Voluntários

Confraternização universal

A virtude do silêncio

As virtudes no dia-a-dia

Carta a Lucrécio

Carta ao Padre David Leal

Carta de amor

Caminhando no escuro

Chega de desigualdade!

Despedida

Sem efetiva cidadania, não há democracia.

Coisas novas e coisas velhas

Construir pontes

Continuamos desiguais

Febre de criminalização

Defesa dos excluídos

Delação premiada

Despertar com esperança

Dignidade da pessoa humana

Tempo de impor limites

Um dia para as crianças

Rotina

Felicidade

Homem, tu és pó

Expectativa de vida

Horizonte perdido

Inclusão cultural

Novos bachareis

O coletor exemplar

La pietà

Mágoa e perdão

Meninos de rua

Natal - tempo de solidariedade

Nós, os velhos

A célula mater

O debate emocional

O amanhã das nossas crianças

O automóvel e a ética

O culto aos heróis

O grito dos oprimidos

O grande mistério

O homem, imagem e semelhança de Deus

Mariano da Silva Neto

O ritmo Brasil

Trabalhar onde?

Pai - o herói de todo dia

Paternidade responsável

Pax hominibus bonae voluntatis

Pensando no amanhã

Primavera sem flores

Reencontro

Reduzindo a bagagem

Refletindo sobre o tempo

Remição penal pelo estudo

Renascer

Simplicidade

Saneamento – questão relevante

Saudade! Que saudade!

Sem água, não há vida

Sinos da paz

Solidão

Tempo de águas turvas

Tempo de namoro

Velhas lembranças

Violência doméstica - lei maria da penha

Colégio COR JESU – jubileu de ouro

O pôr do sol